ZITA SEABRA TOCOU NO PONTO

Hoje só engravida quem quer. Desapareceu o factor ignorância que existia em 1984. Desapareceu a inacessibilidade aos métodos contraceptivos que existia em 1984.

Comentários:
Só a elite é que pode afirmar isso. Ainda mais grave um deputado a considerar que no Portugal do século XXI não existem assimetrias sociais e que todos temos acesso à mesma informação. As ciências sociais mostram bem que as desigualdades ainda prevalecem.
 
Percebeu mal o q disse a Dr Zita.

O q foi dito foi q os meios existem, mas q o Estado n investe dinheiro a torna-los disponiveis.

O que a Dr Zita defendeu foi que, em vez de se gastar dinheiro com o aborto, se gaste dinheiro com o planeamente familiar.
 
E os métodos contraceptivos, pílula incluída, são 100% eficazes, claro...

E a educação sexual entre os jovens é 100% eficaz...

E o recurso aos contraceptivos são 100% acessíveis, também... A própria Zita Seabra testemunhou que uma consulta de planeamento familiar num centro de saúde tem listas de espera de meses.
 
V. ombreia com o deputado Morgado - de saudosa memória, glorificado no panteão por op0ortunos versos da Natália Correia.

Ele era mais rude, do género telúrico e frontal, V. é mais, como dizer, mais Av. de Roma, "ó tia, que disparate, atão as miúdas hoje não sabem todas usar a pílula ?"
 
Este Jorge Ferreira tem a mania que toda a gente é informada como ele, que o Portugal profundo é o mesmo país no qual ele vive, que toda a gente tem acesso e conhecimento aos métodos contraceptivos...que é que se há-de dizer a uma pessoa destas...
 





blogue do não