Revista de Imprensa (20)

"O Presidente da República disse esta sexta-feira que só tomará uma decisão acerca do referendo sobre a interrupção voluntária da gravidez depois de ler «na totalidade o volumoso acórdão do Tribunal Constitucional [TC]». Cavaco Silva, que falava em Macedo de Cavaleiros durante mais um roteiro pela inclusão, disse ter recebido há poucos dias o documento e que neste momento está a ler o referido acórdão. «Quero ler na totalidade, incluindo as declarações de voto», afirmou, acrescentando que só tomará uma decisão acerca do referendo à despenalização do aborto, quando terminar a análise ao documento que aprovou a pergunta proposta aos portugueses. Questionado sobre se ainda poderá tomar uma decisão a tempo da realização do referendo na data que tem sido avançado, Janeiro, o chefe de Estado enfatizou: «estou a ler o volumoso acórdão do Tribunal Constitucional sobre o assunto». O documento enviado pelo Tribunal Constitucional ao Presidente foi publicado segunda-feira no Diário da República, ocupando 20 páginas da edição."
Lusa

Comentários:





blogue do não