Pergunta da noite

Qual a diferença entre vida humana e pessoa humana?

Comentários:
Deixe cá ver...
Hum.....
Bem....
(Devia haver limites, essa é que é essa!)
 
É que que a primeira é inviolável (segundo consta na constituição), a segunda é um termo inventado para justificar a morte de uma criança dentro da barriga da mãe (se o Hitler se tivesse lembrado de dizer que os judeus n eram pessoas humanas, só vidas humanas, podia ser q se tivesse safado melhor)
 
Pergunta feita pela apresentadora a Zita Seabra: está de branco por alguma razão em especial?
 
Uma das células da sua saliva é vida humana. Obviamente que a legislação que a abrange (para efeitos de testes de ADN, consumo de droga, etc.) é diferente da de um organismo humano com um sistema nervoso central.
 
Ó Dr. Jorge Ferreira, V. que foi deputado da Nação, quer ser autor de textos sobre o Não, e suponho que é jurista, a fazer-se de ingénuo ou ignorante é que não ! Haja seriedade !

Se não sabe, mesmo, a distinção entre vida humana e pesosa humana, vá depressa à Almedina.

Ó Zé, por acaso foi na mouche: é que o Hitler, como lhe chamas, bem escreveu no Mein Kampf e noutros textos sortidos, que os judeus não eram pessoas humanas, eram o que ele chamou "untermenschen". E também disse o mesmo dos sudetas, e dos polacos, e dos russos, e dos ciganos, e dos pretos, e de outros mais "do mesmo género". Lê, rapaz, que a cultura faz muita falta.
 
Tenho coisas bem mais interessantes para ler do que o Mein Kampf. Embora perceba q um abortista o ache essencial para a sua formação...
 
Zé, tentar sair de disparates ignorantes e incultos com disparates ainda mais ignorantes e mais incultos é que dá cabo da sua argumentação.

Sabe, a vantagem dos blogues é que os comentários ficam todos registados em sequência, e foi V. que falou no Hitler primeiro, não eu.

Vejo que, afinal, foi mesmo por acaso que V. citou, e bem, o Hitler: que admirável confluência de pensamentos, agora que sabemos que V. nem leu, nem quer ler e acha que quem lê tem formação de abortista.

Diga-me, há mais exemplos do Index que V. queira citar como reveladores de que quem lê é abortista ?
 
Esta discussão é o auge da argumentação desesperada de quem defende o SIM...

"Vida humana" vs "Pessoa Humana"

Penso que o médico em questão eleva a "Pessoa" a detentora de personalidade jurídica, enquanto que a "Vida", apenas poderá, ou não, possuir de protecção jurídica. Com o referendo, pretende-se reduzir o nível dessa protecção.

A questão, ridícula por demais, cai imediatamente, se pedirmos ao dito médico que nos localize o ponto de passagem da "Vida" para a "Pessoa"...

É aquando da fecundação? Aquando da 10ªsemana e um dia? Aquando do 7º mês? À nascença? Qual é o prazo máximo para se poder torcer o pescoço à criancinha?!?
 
Eu referi o Hitler como um mau exemplo, digámos como "insulto" aos abortistas. O senhor anónimo usou como referência cultural, acusando-me de ser "inculto" por nao ter lido o livro no qual se baseia a sua ideologia!

Fico triste por saber que os abortistas teem Hitler como referencia cultural
 
A resposta foi dada pelo testemunho da Joana, no final do programa. Um "caso practico" para quem quis ouvir aprender. Esperemos!
 
Zé, inculto é efectivamente, que cita autores sem os ler, só de emprenhar pelos ouvidos (perdoe-me a expressão, mas achei que ficava tão bem neste debate...).

Inculto é também por não perceber que ler um livro não significa fazer dele a sua referência cultural.

Inculto é também, porque não percebe que para insultar alguém pela comparação com outrem geralmente mal visto, é preciso evitar que a comparação não se reflecta na posição que se defende e não na do adversário, como era o caso.

Por fim, ainda não me respondeu à pergunta do Index, ou também nãosabe o que é ?
 
claro que há diferença, há quem tenha vida humana e faça tanta merda que acaba por não ser possível qualificá-la como uma pessoa... algumas tiveram intervenção... a teté, p exº...
 
claro que há diferença, há quem tenha vida humana e faça tanta merda que acaba por não ser possível qualificá-la como uma pessoa... algumas tiveram intervenção... a teté, p ex...
 
claro que há diferença, há quem tenha vida humana e faça tanta merda que acaba por não ser possível qualificá-la como uma pessoa... algumas tiveram intervenção... a teté, p exº...
 





blogue do não