Jogo limpo por favor!

A respeito desta posta do João Gonçalves, ainda dou de barato que a ausência de referência ao livro do Blogue do Não na transcrição das escolhas de Marcelo Rebelo de Sousa (MRS) ontem no Diário de Noticias (DN) tenha sido um inocente equívoco. Contextualizando, foram referenciados no Domingo à noite na RTP por MRS quatro livros, entre estes “O Aborto Causas e Soluções” de Álvaro Cunhal (a favor da liberalização) e o “Blogue do Não – Dez semanas de argumentos”, que foi olimpicamente ignorado pelo DN (artigo sem link). Entendo sinceramente a dificuldade de exercer a justeza e equidade democráticas, e nunca fui grande crente em teorias da conspiração.
No entanto, agora que a procissão sai do adro a caminho do referendo, gostava de suplicar aos quatro ventos e ao quinto poder, a todos os seus agentes, um esforço suplementar de ISENÇÃO. Ao contrário do que nos querem fazer querer as sumidades empoleiradas do politicamente correcto, há duas respostas possíveis à pergunta do dia 11 de Fevereiro. Há o SIM e há o NÃO. Ao contrário do que nos fazem querer os arautos da nova e rasteira inquisição, não há uma resposta BOA e uma resposta MÁ. Não há uma facção de HONESTOS, e outra de HIPÓCRITAS. Os INTELIGENTES e os ESTÚPIDOS, os CULTOS e IGNORANTES.
Mas se os senhores que escolhem e editam as notícias, escolhem e editam as fotografias, não superarem EMPENHADAMENTE os seus preconceitos, estão a perverter a democracia, a trair a causa pública, e a promover a batota neste referendo. E com batota, sem jogo limpo, ninguém ganha, perdemos todos.

Comentários:
O SIM está a perder o debate...

veja-se em http://anti-aborto.blogspot.com/
 
Ai está? Explique-nos lá.

(nisso estamos de acordo, João, corra isto como correr, sem batota é que corre bem)
 
Acho que a fronteira foi bastante bem definida...
 





blogue do não